POR QUE DIAMANTINA TEM TANTOS CANDIDATOS A VEREADOR?

POR QUE DIAMANTINA TEM TANTOS CANDIDATOS A VEREADOR?

Porque em nossa cidade a remuneração base deste cargo pode chegar aos R$ 7.000,00 por mês. A jornada de trabalho raramente ultrapassa uma única e quase sempre irrelevante visita à Assembleia Legislativa durante a semana. E pronto. É só isso. Este texto poderia se encerrar aqui tendo cumprido satisfatoriamente a missão de responder ao título. Mas meu recado não é apenas ao eleitor, é para o candidato. 

Escute (leia) aqui, candidato:

Pare de imprimir nos seus adesivos e “santinhos” que você irá lutar por Educação! Desde quando você se importou com Educação? Deixe-me ver seu histórico escolar! Será que ele expressará sua preocupação com o tema ou, ao contrário, irá revelar um estudante relapso, desinteressado e ignorante? Diga-me, quantos cursos você realizou nos últimos anos? Quantos livros você leu nos últimos meses? Francamente, Educação nunca foi prioridade na sua vida, por que raios seria após você eleito? 

Ou seu mote de campanha é a “justiça social”? Reconheça que você não tem a menor ideia do que essa expressão significa, bem como a maior parte do seu eleitorado. Você é um ignorante que usa cansativos bordões de marketing para conquistar o voto de outros ignorantes. Seja sincero conosco e ganhe ao menos nossa atenção momentânea, seu interesse é exclusivamente em nosso dinheiro. Ou será que estou enganado? O quê? Você disse “saúde para o povo”? 

Pois bem, e de que forma, especificamente, você pretende realizar tal feito? Conte-nos seu projeto de otimização da UPA ou dos nossos hospitais! Conte-nos de onde você pretende trazer os recursos para a saúde? Já pensou? Agora pense de novo, seu canalha oportunista! A função do vereador é a de fiscalizar a administração pública e propor leis que melhorem a vida da população, por exemplo, uma lei que proponha reduzir o salário dos vereadores, economizando recursos públicos e contribuindo para que oportunistas como você não se candidatem na próxima eleição. Mas obviamente você não está interessado em leis como essa, muito menos nos deveres legais do cargo ao qual pleiteia. Você quer os sete mil que citei e para isso irá prometer o paraíso na Terra, desde que receba em troca seu precioso voto. 

Mas o voto ainda não é seu, é meu até que eu decida o que fazer com ele. E não será dá-lo ao senhor ou senhora que apenas reconhece na política um meio para engordar sua conta bancária. Também não darei ao amigo ou amiga que resolveu se candidatar mas nunca se empenhou em nada que não o próprio umbigo. Não darei meu voto ao candidato que não possui nenhum projeto (detalhado) para a cidade. Aquele que não se deu ao trabalho de buscar e propor projetos reais para a cidade, sem dúvida não o fará depois de eleito. O comprometimento com o coletivo é demonstrado (e provado) antes e não depois do período eleitoral. 

Para encerrar meu longo e mal educado recadinho, gostaria que cada candidato a vereador ou a Prefeito, que resolveu disputar as eleições seguindo o mesmo raciocínio de quem aposta na loteria, pegue, por gentileza, o lixo de sua campanha com o lixo de sua consciência e vá à MERDA! Sim, à MERDA, candidato(a). 

Aos candidatos que compõe o pequeno grupo das exceções, desconsiderem o que leram até aqui e boa sorte! 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>